#SejaConsciente: Queimadas fazem mal ao meio ambiente e à saúde das pessoas

Em um dos períodos de estiagem mais extremos dos últimos anos, as queimadas potencializam os problemas respiratórios das pessoas, causam prejuízos ambientais, destroem vegetações e tiram a vida de animais.

“O crime ambiental é, na maioria das vezes, cometido por cidadãos comuns, que não criaram consciência sobre a gravidade e os riscos que as queimadas oferecem à natureza e aos seres humanos”, alertou o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Gumercindo Bernardi.

A qualidade do ar, já comprometida pela baixa umidade nesta época, fica ainda pior com as queimadas cometidas pelo homem. De acordo com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, certas pessoas não deixaram o costume de atear fogo em terrenos baldios e pastos.

“É lamentável que ainda tenhamos pessoas que ateiam fogo em lixo formado por madeiras e outros materiais inservíveis. Também há aqueles que querem “limpar” o mato do terreno com fogo”, criticou Denis Pelegrino, coordenador de Agricultura da Prefeitura de Ibitinga.

Jogar bitucas de cigarro em pastos e estradas e fazer fogueiras são outros exemplos que devem ser abolidos do costume popular. Além dos prejuízos já mencionados, as queimadas podem virar incêndios perigosos em área urbana e rural.

“Não podemos nos esquecer dos incêndios criminosos, propriamente ditos, que são aqueles causados propositalmente para prejudicar alguma propriedade. Todos esses são exemplos abomináveis que não podem ocorrer”, disse o diretor municipal de Agricultura, Eduardo Sampaio.

COVID-19
No contexto pandêmico da Covid-19, as queimadas também causam prejuízos. Isso porque o novo coronavírus é um vírus que resulta em problemas respiratórios graves.

“Imagine uma pessoa com Covid-19 em recuperação, mas que precisa enfrentar a doença nesse tempo seco, de baixa humidade e com a péssima qualidade do ar por causa da fumaça? Obviamente que o tratamento é mais difícil e o quadro clínico do paciente pode piorar”, explicou Queila Pavani, enfermeira diretora do SAMS.

Denuncie
Causar queimadas é crime ambiental. Por isso, ao flagrar uma pessoa ateando fogo em vegetação, denuncie. A denúncia pode ser feita através Polícia Ambiental 3342-4221 ou por meio do Corpo de Bombeiros (193).

Texto: Prefeitura de Ibitinga